EOC Team

ANAFS Emergency Operations Coordination Team - C3

C EOC

Um posto de comando de operacional é uma estrutura que se estabelece na cena de incidente e que tem como função principal apoiar logística, administrativa e operacionalmente o responsável principal pelas decisões operacionais.

Esta estrutura é imprescindível quando na cena do incidente, opera mais do que uma equipa diferenciada, ou quando o envolvimento com os sistemas de protecção e socorro, actuando em conjunto, aconselham.

A sua ligação faz-se preferencialmente com os coordenadores das equipas actuantes, determinando-se que a operação seja entendida em um todo, articulando-se o esforço das partes para se atingir o objectivo comum da missão, ou com os postos de comando dos sistemas, montados para a direcção das operações.

Assim, seguindo a doutrina habitual para a área do planeamento e conduta das operações tácticas (organização, instrução e operações), competirá ao posto de comando operacional estabelecer as prioridades na gestão dos meios e recursos das diversas unidades actuantes e na orientação táctica para o equilíbrio operacional do dispositivo montado.

Na organização e planeamento pretende-se estabelecer as composições mais adequadas para cada situação operacional, rentabilizando-se os meios e recursos apresentados pelos quadros orgânicos de cada unidade, planeando-se o seu emprego da forma mais económica e eficaz a cada operação.

Na instrução pretende-se desenvolver e manter as unidades operacionais, no seu todo e individualmente, no conhecimento e rotinação das técnicas e tácticas adequadas à sua função, tendo em vista igualmente o conhecimento alargado das técnicas utilizadas por cada uma das unidades da ANAFS, permitindo completa-las ou reforçá-las durante a acção.

Nas operações pretende-se planear e acompanhar a execução das operações no ponto de vista táctico, apoiando-se nas funções anteriores e englobando as responsabilidades do planeamento logístico e da sua coordenação técnica.

A ANAFS EOC TEAM é preferencialmente a estrutura que responde a esta função, podendo apoiar-se em outras estruturas que dela fazem parte e que eventual e precocemente, já estejam implantadas no terreno, caso da ANAFS EVALUATION ASSESSMENT and COORDINATION TEAM (ANAFS EAC TEAM), que representa a sua estrutura avançada de reconhecimento e avaliação e de coordenação técnica ou nos “staffs” de coordenação das unidades operacionais, a ANAFS URBAN SEARCH AND RESCUE TEAM (ANAFS USAR TEAM), unidade essencial na busca e salvamento urbano, com nível médio do INSARAG EXTERNAL CLASSIFICATION ou ANAFS DESPLACEMENT RESPONSE and COORDINATION TEAM (ANAFS DRC TEAM), unidade especializada na gestão e tratamento de equipamentos operacionais de apoio a deslocados (IDP) e reconhecida pela TENTS (EU).

Ora, para cumprir a missão de órgão C3 (comandar, controlar e comunicar) em apoio ao Coordenador-Chefe a ANAFS EOC TEAM integra igualmente as coordenações técnicas das diversas áreas assumidas pelas unidades operacionais e tem uma composição orgânica composta por:


  • 1 Coordenador–chefe
  • 1 Vice-Coordenador–chefe – CEM
  • 1 Coordenador (ANAFS EAC TEAM)
  • 3 Coordenadores Técnicos (Médico, Psicólogo e Manutenção)
  • 2 Coordenadores-Adjuntos (Operações e Vago-Mestre *)
  • 3 Adjuntos de Coordenador (Instrução, Transmissões e Organização e Planeamento)

*coordena tecnicamente a área da logística operacional O Vice Coordenador-chefe para além de ocupar as funções de Chefe de Estado-Maior pode igualmente executar as funções de Comandante Operacional no Terreno.

O Coordenador da ANAFS EAC TEAM assume igualmente a responsabilidade dos contactos com os OCS.

EOC Team Organigrama